RESUMO DOS TRABALHOS DA COMISSÃO DA FINDECT CONTRA A PRIVATIZAÇÃO DOS CORREIOS


Publicada dia 19/09/2021 12:00

Tamanho Fonte:

A semana de trabalho foi movimentada, os representantes da FINDECT foram pra dentro do Senado dialogar com os senadores e seus assessores sobre o PL 591 que destrói os Correios, outra equipe da federação ficou de forma remota realizando reuniões virtuais levando subsídios aos assessores desmentindo os argumentos do governo e contrapondo todos os itens do projeto que acaba com os empregos e prejudica a população de todo país.

O vice-presidente da FINDECT, Elias Diviza com os demais integrantes da Comissão dos Sindicatos filiados à FINDECT, contou com apoio fundamental do presidente nacional do MDB Trabalhista, Washington Maradona.

FINDECT alerta sobre os prejuízos do PL 591

Gandara, presidente da FINDECT e do SINDECTEB em todas reuniões ressaltou a importância da manutenção dos Correios como empresa pública por ser um “braço logístico” do Estado para a execução de políticas públicas, está presente em todos os 5570 municípios e conta com mais de 92 mil funcionários, sendo essencial para a retomada do crescimento econômico.

Elias Diviza, vice-presidente da FINDECT e presidente do SINTECT-SP, alertou em todas reuniões que o projeto se avançar afetará diretamente os pequenos e médios negócios das centenas de cidades do país que dependem do subsídio cruzado para manter o serviço universalizado em todo país.

Confira a lista de reuniões da semana:

• Veneziano Vital do Rêgo
• Izalci Lucas
• Simone Tebet
• Omar Aziz
• Randolfe Rodrigues
• Otto Alencar
• Jean Paul
• Eliziane Gama
• Plínio Valério
• Eduardo Gomes
• Roberto Rocha
• Kátia Abreu
• Jader Barbalho
• Mara Gabrilli
• Confúcio Moura
• Fabiano Contarato
• Jacques Wagner
• Renan Calheiros

Ao total, já são mais de 40 reuniões com senadores e suas assessorias. E na próxima semana, os trabalhos serão intensificados.

O relator para o PL 591 na Comissão de Assuntos Econômicos, Márcio Bittar (MDB/AC), foi escolhido após outros Senadores não aceitarem colocar as mãos nesse projeto nefasto que agrava a crise econômica, o desemprego.

O PL do apagão postal, destrói os Correios, empresa essencial e é a maior operadora logística do país, responsável por uma malha logística única, que seria destruída com uma privatização, deixando a maior parte do povo sem atendimento de serviços essenciais para a retomada do crescimento econômico.

Mobilização da categoria nas redes sociais é essencial

Pressione os Senadores para barrar a privatização dos Correios e manter os empregos e direitos da categoria ecetista, as diretorias da FINDECT e dos Sindicatos seguem ampliando a mobilização nacional em defesa do patrimônio público, do Correio estatal e do direito de toda a população ao serviço postal.

É importantíssimo que toda a categoria entre na luta, contatando os senadores através de suas redes sociais, participando da enquete no Senado e das demais convocações dos Sindicatos.

Os contatos dos senadores estão na página da campanha Correios Essencial para o Povo.

Os sindicatos filiados à FINDECT ressaltam que a luta contra a privatização exige muito trabalho e mobilização da categoria.

PRESSIONE OS SENADORES CONTRA O PL 591

Fonte: FINDECT

Compartilhe agora com seus amigos

Notícias Relacionadas

veja também em nosso site

Negociações Coletivas 2019/2020

Negociações Coletivas 2019/2020